São Paulo, 23 de Maio de 2019

Feijoada / Confraternização de Doadores e Aniversário de 9 Anos do Clube SangueBom
Feijoada / Confraternização de Doadores e Aniversário de 9 Anos do Clube SangueBom
Confraternização de Doadores e 9 Anos do Clube SangueBom
Confraternização de Doadores e 9 Anos do Clube SangueBom

Enchente – perigos à saúde também depois.

Escrita por: Redação Fellows Mkt & Co.
15/01/2013 09:04

Quando uma enchente passa os riscos ainda ficam.

Todo início de ano no Brasil é a mesma coisa: chuvas torrenciais e enchentes, muitas enchentes. Além dos danos materiais há outros, ainda mais sérios: danos à saúde ou mesmo a perda da vida de muitas pessoas.

As enchentes são relativamente previsíveis no país, mas mesmo assim continuam, ano a ano, a surpreender pessoas e autoridades. Algumas regiões, entretanto, têm sido acometidas por enchentes cada vez mais violentas, e mesmo algumas áreas antes não sujeitas e esse fenômeno passam a ser também atingidas. Há ainda o problema de enfrentar uma enchente em uma viagem, em um trajeto ou de um lugar onde não se vive, mas com o qual há algum tipo de relação – como uma escola, o local de trabalho, um supermercado..

O que fazer, porém, para proteger a saúde quando uma enchente atingiu o local onde você está ou aonde costuma ir?

Há alguns cuidados que devem ser observados:

• Evitar o contato com a água, lama ou detritos. É preciso limpar tudo muito bem, mas fazer isso com proteção, usando luvas e botas de cano alto. Fazer uma limpeza geral em todo o local atingido. Após a remoção da lama e entulhos o local deve ser lavado e desinfetado com água sanitária (siga as instruções do fabricante).

• Remover entulhos. Não deixar lixo e destroços no local, mesmo que estejam por exemplo no quintal ou uma área que não esteja sendo usada no momento. A presença de entulho trazido pelas águas pode favorecer o aparecimento de ratos e outros animais nocivos, entre outros problemas.

• Desinfetar caixas d’água, utensílios domésticos, roupas. Também devem ser lavados cuidadosamente e higienizados com água sanitária – tomando-se o cuidado de, depois da ação do produto, remover bem qualquer resíduo (a água com água sanitária não deve ser ingerida e não deve ficar em contato com a pele).

• Cuidado com os alimentos. Alimentos atingidos pela enchente, que ficaram tempo sem refrigeração ou que tiverem qualquer aspecto alterado (cor, cheiro, bolor, umidade, embalagem danificada ou estufada, etc.) não devem ser consumidos. Isso pode ser prejudicial à saúde.

• Cuidado com a água. Um local afetado por enchente pode tido a água afetada também. Até a situação ser normalizada, busque em locais seguros água de boa qualidade, sem cor, cheiro ou sabor. Filtre e ferva a água antes de beber ou de usá-la no preparo de alimentos.

• Precaver-se contra animais peçonhentos. Em uma enchente, aranhas, cobras e escorpiões são deslocados de seus locais de morada ou trazidos pela água, podendo invadir residências, móveis, automóveis. Cuidado com roupas, móveis, interior de veículos afetados e todas as áreas que possam servir de abrigo a esses animais. Faça uma inspeção geral no local e não coloque a mão em cantos ou buracos, por exemplo (se precisar fazê-lo, use uma ferramenta ou um objeto comprido).

Enchentes podem favorecer a ocorrência de diversas doenças: leptospirose, hepatites, tétano, cólera, dengue, febre tifoide, etc. Podem também ocorrer situações de contaminação alimentar, picadas de animais venenosos, ferimentos causados por quedas ou acidentes, etc. No caso de qualquer suspeita de doença, procurar atendimento médico.

Os problemas gerados por uma enchente vão muito além do que os danos e prejuízos causados pelo alagamento de um local no momento em que ele acontece. É preciso estar atento para evitar que as consequências desses eventos sejam os menores possíveis também depois que as águas baixam.


Publicado originalmente em 15 de janeiro de 2013.

Pompeia: Rua Tavares Bastos, 425 - (11) 3674-4444 - De 2ª a 6ª das 8h às 18h e aos sábados das 8h às 16h.