São Paulo, 21 de Setembro de 2018

Feijoada / Confraternização de Doadores e Aniversário de 9 Anos do Clube SangueBom
Feijoada / Confraternização de Doadores e Aniversário de 9 Anos do Clube SangueBom
Confraternização de Doadores e 9 Anos do Clube SangueBom
Confraternização de Doadores e 9 Anos do Clube SangueBom

Não deixe infecções entrarem pela boca

Escrita por: Maurício Godoi
20/08/2007 13:32

Cuidar bem da gengiva evita o aparecimento de doenças

Levante o mouse quem nunca detestou escovar os dentes e usar o fio dental quando era criança. Quem nunca se arrepiou com aquele motorzinho do dentista? Ou ainda, quem gostava, de boca aberta, olhar para o dentista esperando a anestesia? Situações que evitamos sempre, mas que podem prejudicar a saúde bucal.

Com a gengiva não é diferente, assim como os dentes, manter a higiene é importante para evitar problemas graves que podem levar à perda da dentição. O caminho natural desses problemas passa primeiramente pela placa bacteriana, que se não tratada pode evoluir para o tártaro, gengivite e periodontite.

O problema da perda dos dentes é muito maior do que apenas estético. A pessoa deixa seu organismo aberto a todo tipo de infecção causada pela grande variedade de bactérias e vírus que estão presentes no ar.

Observar sua gengiva no espelho de casa é um meio para perceber se há problemas. Se ela está sempre bem vermelha, inchada ou sangrando, esses são os sinais de que algo não está bem. É assim que seu organismo avisa que precisa ter atenção especial com a saúde bucal, pois gengiva saudável não sangra – nem mesmo durante a escovação - envolve perfeitamente os dentes de forma a dar suporte a eles.

Para evitar as doenças das gengivas, é necessário o cuidado com a limpeza bucal constante e completa. Evitar os estágios iniciais da doença – quando se forma a placa bacteriana – auxilia de forma decisiva no combate a esses problemas.

Veja algumas dicas que vão te ajudar nos cuidados diários:

- Escove completamente seus dentes ao menos duas vezes ao dia com uma escova com cerdas macias e pasta de dentes com fluoreto - preferivelmente de manhã após o café e antes de dormir;


- Use fio ou fita dental para higienizar os locais onde a escova não atua;


- Sempre que possível utilize o enxagüatório bucal;


- Visite seu dentista regularmente - pelo menos uma vez a cada seis meses, para limpeza e exame;


- Não fume;


- Troque sua escova de dentes pelo menos a cada três meses ou antes se a escova de dentes parecer gasta, pois pesquisa mostra que uma escova de dentes nova consegue remover mais placa do que uma com três meses de uso.

E lembre-se sempre de deixar seu dentista informado sobre seu estado de saúde em geral. Muitas vezes um problema grave de saúde está associado à deficiência de sua saúde bucal.

Pompeia: Rua Tavares Bastos, 425 - (11) 3674-4444 - De 2ª a 6ª das 8h às 18h e aos sábados das 8h às 16h.