São Paulo, 17 de Dezembro de 2017

Feijoada / Confraternização de Doadores e Aniversário de 9 Anos do Clube SangueBom
Feijoada / Confraternização de Doadores e Aniversário de 9 Anos do Clube SangueBom
Confraternização de Doadores e 9 Anos do Clube SangueBom
Confraternização de Doadores e 9 Anos do Clube SangueBom

Saiba o que a acupuntura pode fazer por você

Escrita por: Maurício Godoi
31/08/2007 14:43

Terapia chinesa de 5 mil anos ajuda no bem-estar

A acupuntura, aquela sessão terapêutica que coloca agulhas no corpo da pessoa, é uma terapia milenar conhecida há mais de 5 mil anos. Diferentemente do que muitas pessoas acham, já deixou o status de terapia alternativa há, pelo menos, uma década. É que em 1995 o Conselho Federal de Medicina (CFM) e em 1998 a Associação Médica Brasileira, reconheceram o método de tratamento como uma especialidade médica.

Apesar da curiosa forma de aplicação do tratamento, poucas pessoas sabem porque são utilizadas as agulhas. E mais, para quais problemas é indicada essa forma terapia. Esse é o objetivo da dica da semana do Clube SangueBom.

Para começar, a médica acupunturista do Hospital e Maternidade São Camilo, Dra. Adriana Leonardi, explica que apesar de serem utilizadas agulhas, o método quase não causa dor porque não há aquela ponta característica das utilizadas em injeções. “Normalmente não há nem o sangramento???, diz ela.

Essas agulhas são inseridas na pele da pessoa em pontos estratégicos e ativam a produção de neurotransmissores, como a endorfina e serotonina, que trazem sensações analgésicas e antiinflamatórias. Atualmente a medicina já tem mapeados cerca de mil desses pontos, que são divididos em 14 grupos principais.

De acordo com a médica, as principais aplicações a que se destinam a acupuntura são as relacionadas à fisiatria, ou seja, aquelas referentes aos músculos e reabilitação. Outra indicação da médica é para pessoas que não podem tomar determinados tipos de remédios – ou não querem – e ainda, ajudar na redução da dosagem dos medicamentos em casos de doenças mais graves.

Esse método tem comprovação científica e pode ser utilizado para qualquer tipo de dor, por qualquer pessoa. Não há contra-indicação e nem efeitos colaterais. Entre os problemas que podem ser tratados por meio da acupuntura estão:

-lombalgias;

-inflamações;

-relaxamento muscular;

-distúrbios emocionais como stress e ansiedade;

-enxaqueca;

-tendinite;

-melhora o fluxo sangüíneo;

-ajuda a mulher a combater as cólicas da TPM, entre outras.

De acordo com a Organização Mundial da Saúde, são mais de 40 doenças que podem ser tratadas. para os chineses,esse número aumenta brutalmente, são mais de 300 distúrbios.

Porém a Dra. Leonardi alerta que somente a acupuntura não cura uma doença. De acordo com a médica é um complemento ao que um especialista da área prescreveu ao paciente. Segundo ela, o objetivo é levar bem-estar à pessoa para que possa continuar o tratamento convencional da doença até sua cura.

Outro aspecto que deve ser observado é o local das seções. “Infelizmente ainda existem clínicas e pessoas que fazem a acupuntura sem a higienização adequada???, afirma Leonardi. “É preciso evitá-los por motivos óbvios. O melhor é procurar por especialistas já que é uma especialidade médica reconhecida???.

Pompeia: Rua Tavares Bastos, 425 - (11) 3674-4444 - De 2ª a 6ª das 8h às 18h e aos sábados das 8h às 16h.