São Paulo, 17 de Junho de 2019

Feijoada / Confraternização de Doadores e Aniversário de 9 Anos do Clube SangueBom
Feijoada / Confraternização de Doadores e Aniversário de 9 Anos do Clube SangueBom
Confraternização de Doadores e 9 Anos do Clube SangueBom
Confraternização de Doadores e 9 Anos do Clube SangueBom

Afaste a dengue de sua casa

Escrita por: Maurício Godoi
19/12/2007 10:42

Época de chuva aumenta o número de focos do mosquito

A previsão do tempo para os próximos dias indica a possibilidade de chuvas até a próxima terça-feira, 25 de dezembro, Natal. Até aí tudo bem, mas você deve estar se perguntando porque será que o Clube SangueBom trouxe a meteorologia para cá? É simples de entender quando vemos a temperatura máxima prevista, mais de 25oC, a ideal para a procriação do Aedes Aegypt, o mosquito da dengue.

Já não é novidade para ninguém quais são as condições necessárias para que aumente a população desse inseto: calor e água parada. É no verão, em que chove mais, que ele aparece com mais força, pois aumenta a quantidade de locais que acumularam a água da chuva. Porém, não é somente com essa água que ele pode aparecer, qualquer local com água limpa acumulada pode ser uma maternidade do mosquito.

As pessoas devem ter em mente que a dengue é uma doença grave que pode acometer qualquer pessoa que for picada pelo mosquito infectado. Com ações simples é possível evitar que esse mal, que vitima milhares de brasileiros todos os anos, continue a se espalhar pelo País.

Veja como você pode combater o mosquito em sua casa, em seu bairro, escola ou trabalho:

-não deixe água parada, se encontrar algum recipiente assim, seja embalagem plástica, pneu velho, latas, copos e até mesmo tampinhas, esvazie-as e jogue-os em local apropriado;

-não deixe garrafas PET ou de vidro vazias e descobertas, pois com o volume de chuvas intenso, a água da chuva pode se acumular e esses locais podem se transformar em vertedouros do mosquito;

-Quando for regar vasos e plantas, não deixe a água acumular, sempre preencha os pratos com areia;

-tampe caixas d'água, tambores, latões e cisternas para impedir que o mosquito deposite suas larvas no local – dessas larvas é que surgem os mosquitos;

-feche bem os sacos plásticos e mantenha a lixeira tampada e seca;

-trate a água da piscina com cloro e limpe-a uma vez por semana;

-guarde baldes e vasos que não estejam sendo usados, todos com a 'boca' para baixo;

-lave bem os potes onde os seus animais de estimação bebem água, até as bordas. Os ovos podem sobreviver a locais sem água por até um ano ou mais;

-as tampas dos vasos sanitários também devem permanecer fechadas. Nos banheiros pouco usados, dê descarga uma vez por semana, ao menos;

-as calhas dos telhados devem ser mantidas limpas;

Outro local ao qual devemos prestar atenção são os cemitérios. Geralmente as pessoas não realizam a manutenção necessária. Como sempre há uma grande quantidade de vasos de flores, o acúmulo de água nessa estação do ano acaba sendo inevitável.

O Ministério da Saúde colocou no ar uma campanha nacional de combate à doença, onde você pode encontrar todas as informações necessárias para manter a dengue longe de sua casa e família. Para saber mais, clique aqui.

Leia também: Será que é dengue?'

Pompeia: Rua Tavares Bastos, 425 - (11) 3674-4444 - De 2ª a 6ª das 8h às 18h e aos sábados das 8h às 16h.