São Paulo, 24 de Novembro de 2017

Feijoada / Confraternização de Doadores e Aniversário de 9 Anos do Clube SangueBom
Feijoada / Confraternização de Doadores e Aniversário de 9 Anos do Clube SangueBom
Confraternização de Doadores e 9 Anos do Clube SangueBom
Confraternização de Doadores e 9 Anos do Clube SangueBom

Rubéola: A importância da vacinação

Escrita por: Redação Fellows Mkt & Co.
16/07/2008 13:27

A vacina contra rubéola está disponível à população durante todo ano. Previna-se.

A rubéola é uma doença infecto-contagiosa causada por um vírus benigno, mas altamente contagioso, o Togavírus.
A transmissão do vírus é ocasionada pelas vias respiratórias, pelo ar contaminado, e também pela saliva ou secreção nasal. O período de incubação do vírus é de quinze dias e os sintomas são parecidos com os da gripe e de viroses, por isso o diagnóstico da rubéola só é confiável se for realizado um exame sorológico.
Os principais sintomas da rubéola são: Dores de cabeça, dores no corpo, dores ao engolir, coriza, febre, manchas avermelhadas na pele e ínguas na região do pescoço.
O risco principal da doença é quando gestantes são infectadas, pois o vírus pode causar grandes complicações ao bebê, como aborto espontâneo, surdez, má formação cardíaca e catarata congênita. No período de gestação, as mães não podem ser vacinadas.
Portanto, o ideal é que as mulheres que planejam engravidar tomem a vacina o quanto antes. As crianças podem ser vacinadas a partir do décimo quinto mês de vida, e todos os adultos que ainda não contraíram o vírus também podem se vacinar.
O tratamento da rubéola, consiste em controlar a temperatura corporal, ingerir bastante líquido e fazer repouso além é claro, da vacinação e assistência médica.
Se a mulher estiver grávida é necessário procurar imediatamente um médico e seguir corretamente as advertências.

É importante lembrar que além do período da campanha da vacinação que vem acontecendo no mês de julho em vários estados, a vacina contra rubéola está disponível à população durante todo ano.
Lembre-se sempre que é fundamental estar com a sua carteira de vacinação em dia e nunca deixe de consultar um médico, pois a automedicação pode causar mais problemas em relação a sua saúde.

Pompeia: Rua Tavares Bastos, 425 - (11) 3674-4444 - De 2ª a 6ª das 8h às 18h e aos sábados das 8h às 16h.