São Paulo, 22 de Junho de 2018

Feijoada / Confraternização de Doadores e Aniversário de 9 Anos do Clube SangueBom
Feijoada / Confraternização de Doadores e Aniversário de 9 Anos do Clube SangueBom
Confraternização de Doadores e 9 Anos do Clube SangueBom
Confraternização de Doadores e 9 Anos do Clube SangueBom

O poder do sono

Escrita por: Redação Fellows Mkt & Co.
26/08/2008 08:55

Dormir bem deve ser uma prioridade

O período de sono do brasileiro tem diminuído muito de alguns anos pra cá. Em vez de oito horas de sono, a média tem sido entre seis e sete horas de sono diárias. Os motivos disso são variados, desde o apelo da internet e da televisão, até o excesso de trabalho e stress. Seja o que for, o sono não pode ser prejudicado, pois ele contribui diretamente para a saúde. Dormir bem deve ser uma prioridade.

Quando o indivíduo fica sem dormir, os hormônios de stress e de inflamações atingem os níveis mais altos, afetando o sistema imunológico. Outro fato curioso é que enquanto as horas de sono estão diminuindo, o índice de hipertensos aumenta. Quem dorme menos, tende a ter pressão mais alta, já que é durante o sono que ela atinge os níveis mais baixos. A aparência de quem sofre de insônia também muda bastante, elas se sentem indispostas fisicamente e sofrem alterações no metabolismo, semelhantes às do envelhecimento.

Pessoas que não dormem bem, são mais estressadas, desatentas, mal humoradas, propensas a engordar, diminuem a capacidade de resolver problemas e possuem a memória afetada. Todos esses fatores interferem na mente e no corpo, prejudicando a saúde.

Não existe uma quantidade ideal de horas de sono, isso varia de acordo com o organismo de cada um, o importante é respeitar essa necessidade, dormir bem, fazer exercícios, manter uma boa alimentação e consultar sempre um médico quando sentir que seu corpo precisa de ajuda.

Pompeia: Rua Tavares Bastos, 425 - (11) 3674-4444 - De 2ª a 6ª das 8h às 18h e aos sábados das 8h às 16h.