São Paulo, 21 de Setembro de 2018

Feijoada / Confraternização de Doadores e Aniversário de 9 Anos do Clube SangueBom
Feijoada / Confraternização de Doadores e Aniversário de 9 Anos do Clube SangueBom
Confraternização de Doadores e 9 Anos do Clube SangueBom
Confraternização de Doadores e 9 Anos do Clube SangueBom

Farol xenon e a vista

Escrita por: Redação Fellows Mkt & Co.
10/02/2009 16:47

Você pode ficar até 3 segundos sem ver

Conforto, maior claridade e visibilidade, segurança e status é o que buscam os condutores de veículos com farol xenon. O problema é que a solução para o conforto de alguns, virou um transtorno para outros motoristas. São crescentes as queixas de motoristas que sofrem com uma verdadeira explosão luminosa vinda na direção oposta.

Ao combinar lâmpadas de xenon com faróis convencionais, fica a impressão de que o motorista está sempre andando com o farol alto ligado. A luminosidade difusa do xenon direciona o facho luminoso a regiões inadequadas. Na maioria dos casos, isso causa forte ofuscamento dos motoristas que circulam no sentido contrário, podendo provocar graves acidentes.

Juntamente com o ofuscamento causado pelos faróis dos outros veículos, a incapacidade de enxergar em certas distâncias são as principais queixas de quem dirige durante a noite.

Os cones e os bastonetes são as principais células da visão. Os cones, no centro da retina, garantem a nitidez de imagens e cores. Já os bastonetes, na periferia dos olhos, proporcionam imagens com ângulos mais abrangentes, embora pouco detalhadas. O desconforto de muitas pessoas com a direção noturna pode ser explicado pela falta dos detalhes nas imagens. Isso porque os cones funcionam bem apenas com iluminação.

Motoristas com fotofobia também sofrem com o ofuscamento. Eles são muito mais sensíveis à luz e os faróis os atrapalham demais. Para evitar o incômodo do ofuscamento, recomendamos o uso de óculos especiais. Lentes com filtros amarelos aumentam o contraste à noite, acentuando as imagens e separando melhor os estímulos luminosos. Mas sempre é necessária a orientação de um oftalmologista e acompanhamento.

Pompeia: Rua Tavares Bastos, 425 - (11) 3674-4444 - De 2ª a 6ª das 8h às 18h e aos sábados das 8h às 16h.