São Paulo, 15 de Dezembro de 2019

Feijoada / Confraternização de Doadores e Aniversário de 9 Anos do Clube SangueBom
Feijoada / Confraternização de Doadores e Aniversário de 9 Anos do Clube SangueBom
Confraternização de Doadores e 9 Anos do Clube SangueBom
Confraternização de Doadores e 9 Anos do Clube SangueBom

Seu bolso é perigoso!

Escrita por: Redação Fellows Mkt & Co.
05/05/2009 18:44

Os riscos de contaminação que o dinheiro transmite.

Os vírus conseguem sobreviver mais de dez dias nas notas de dinheiro, por isso todo o cuidado é pouco. Para que a contaminação aconteca, basta que o microorganismo esteja envolto em restos de muco (que podem ter passado ao dinheiro pela saliva, por exemplo).
Se uma pessoa saudável tocar uma nota infestada pelo vírus, presente no muco e levar as mãos sujas nas proximidades da boca ou do nariz, automaticamente ela pode ter sido contaminada.

Lavar as mãos com frequência é mais do que essencial, pois é a única maneira de higienizar e proteger suas mãos e corpo. Outra medida bastante utilizada é o uso de gel anti-séptico, que também resolve o problema e pode ser mais prático.

Mas não é de hoje que os especialistas alertam para os cuidados com a higiene no manuseio das notas. Um estudo no início da década de 1990 identificou microorganismos causadores de doenças como intoxicação alimentar e pneumonia em 94% das notas de dólar que circulavam nos Estados Unidos na época.

É necessário tomar cuidado também com toalhas e sabonetes. Eles devem ser líquidos para evitar contaminações e as toalhas não devem ser de pano, pois podem deixar as mãoss mais sujas do que antes de serem lavadas.

Pompeia: Rua Tavares Bastos, 425 - (11) 3674-4444 - De 2ª a 6ª das 8h às 16h30 e aos sábados das 8h às 16h.