São Paulo, 11 de Dezembro de 2018

Feijoada / Confraternização de Doadores e Aniversário de 9 Anos do Clube SangueBom
Feijoada / Confraternização de Doadores e Aniversário de 9 Anos do Clube SangueBom
Confraternização de Doadores e 9 Anos do Clube SangueBom
Confraternização de Doadores e 9 Anos do Clube SangueBom

Risco para as crianças

Escrita por: Redação Fellows Mkt & Co.
17/07/2009 18:12

Cinto de segurança protege a coluna das crianças?

Por mais que elas reclamem, carregar crianças no carro com cinto de segurança é obrigatório e sem direito a negociação. Mas será que ele realmente as protege como deveria, em casos de acidentes?

As crianças com idades inferiores a 12 anos são as vítimas geralmente atingidas na coluna caso sofram um acidente de automóvel. Segundo os especialistas, isso acontece porque o cinto não é capaz de prendê-las da maneira adequada e porque o cinto não se ajusta às medidas infantis e, dessa forma, as crianças ficam sujeitas a impactos mais violentos do que os adultos.

Esse problema poderia ser amenizado, por almofadas ou cadeiras presas no carro (semelhantes àquelas disponíveis nos cinemas, para deixar os pequenos espectadores mais altos). Além de regular a altura, os assentos especiais permitem que as crianças fiquem com os joelhos no limite do banco, formando um ângulo de noventa graus entre a coluna e o quadril.

A solução completa, no entanto, depende da combinação entre cintos mais curtos e mais baixos e assentos especiais para as crianças até os 12 anos de idade. E, antes disso, a carona no banco da frente está proibida: a presilha nesta posição é ainda mais alta (mesmo com ajustes) do que nos bancos traseiros, podendo enforcar as crianças.

No Brasil, as crianças com até 10 quilos (ou um ano de idade) devem ser levadas em cadeirinhas ou assentos de costas para o motorista, ou seja, olhando para o fundo do carro. Em caso de colisão, essa atitude diminui os riscos de danos na coluna cervical.

E vale lembrar que o colo não é um local adequado para uma criança ficar, dentro de um carro em movimento. Havendo um acidente, a mãe pode esmagar a criança, arremessá-la contra outros passageiros, contra o vidro dianteiro ou para fora do veículo.

Pompeia: Rua Tavares Bastos, 425 - (11) 3674-4444 - De 2ª a 6ª das 8h às 18h e aos sábados das 8h às 16h.