São Paulo, 22 de Outubro de 2018

Feijoada / Confraternização de Doadores e Aniversário de 9 Anos do Clube SangueBom
Feijoada / Confraternização de Doadores e Aniversário de 9 Anos do Clube SangueBom
Confraternização de Doadores e 9 Anos do Clube SangueBom
Confraternização de Doadores e 9 Anos do Clube SangueBom

Ler faz bem à saúde!

Escrita por: Redação Fellows Mkt & Co.
11/05/2010 17:04

Desenvolver esse hábito pode ajudar na memória e até mudar a vida das pessoas.

Era uma vez um homem adulto. Um homem ocupado. Um dia perguntaram se ele já havia lido um livro que fazia muito sucesso à época. O homem riu; desdenhou: “Por que ler esse livro, se não tenho tempo?”. Mas o homem ficou com aquilo na cabeça. Até que um dia pegou o tal livro e leu. Gostou tanto que leu tudo em um dia, num final de semana. E releu também.

Exceto que queira, ninguém precisa necessariamente ler um livro que está fazendo sucesso para descobrir o prazer da leitura. Pode ser Dostoiévski, Lima Barreto, histórias em quadrinhos, a parte de esportes do jornal, textos na internet ou bulas de remédio. O importante é começar. E, no começo, é mais fácil escolher aquilo que a pessoa acha que vai gostar – por prazer, curiosidade, entretenimento ou porque o texto trata de coisas pelas quais se tem simpatia (astronomia, ficção, história, humor, romance, etc.).

Assim como o homem que descobriu que ler por mero prazer é gostoso, muitos brasileiros (e a maioria lê pouco) poderiam dar uma chance para se iniciarem nesse hábito.

Há vários benefícios no hábito de ler, como o aumento do vocabulário e do senso crítico, a ampliação do conhecimento e até a melhoria da capacidade de escrever. Isso mesmo: o jeito mais funcional de melhorar a escrita é lendo. Quem lê mais escreve melhor – o que é bom no momento de se deixar um recado inteligível para a empregada doméstica ou enviar e-mails compreensíveis, escrever relatórios, produzir trabalhos acadêmicos... e até conquistar namorada(o) ou subir na carreira, por exemplo.

Portanto, com melhor capacidade de se comunicar o leitor habitual pode até obter maior sucesso em várias áreas. Em outras palavras: ler pode mudar a vida das pessoas.

Mas, além disso, há também benefícios para a saúde: a leitura melhora a capacidade intelectual e, aliada a outros tratamentos e atividades, pode até contribuir no combate à progressão do Mal de Alzheimer. Mesmo para quem não tem problemas de saúde, ler pode ajudar também a manter a memória, pois a leitura estimula o cérebro a utilizar a memória recente, a linguagem, a atenção e a relacionar os fatos acessados pela leitura a experiências passadas – como uma espécie de “ginástica mental”.

Uma dica é estimular a leitura nos pequenos, desde cedo – e talvez o exemplo seja a melhor maneira de se fazer isso. Crianças que convivem com pais ou outras pessoas que lêem têm mais chances de se tornarem leitores assíduos. Mas para quem é crescido, pode valer a dica do início deste texto: começar lendo o que gosta e, depois, ir experimentando novidades.

Se você leu isso tudo até aqui pode ser que já tenha desenvolvido esse gostoso hábito há muito tempo em sua vida. Pratique-o sempre e passe-o adiante: faz bem!

Pompeia: Rua Tavares Bastos, 425 - (11) 3674-4444 - De 2ª a 6ª das 8h às 18h e aos sábados das 8h às 16h.