São Paulo, 18 de Outubro de 2017

Feijoada / Confraternização de Doadores e Aniversário de 9 Anos do Clube SangueBom
Feijoada / Confraternização de Doadores e Aniversário de 9 Anos do Clube SangueBom
Confraternização de Doadores e 9 Anos do Clube SangueBom
Confraternização de Doadores e 9 Anos do Clube SangueBom

Ardidas, saborosas e benéficas.

Escrita por: Redação Fellows Mkt & Co.
17/08/2010 16:43

Conheça alguns benefícios da pimenta.

A maioria ou mais conhecidas e admiradas são vermelhas, perfumadas, brilhantes, tenras e ardidas. Com seus molhos e conservas, transformam qualquer prato em um banquete – e há quem faça também geleias, compotas, cremes, doces e até sorvetes de pimenta.

Mas será que além de picantes, desafiadoras e apetitosas elas podem também ser saudáveis?

É no que acreditam diversos pesquisadores que têm estudado esse fruto. As vantagens parecem ser inúmeras, tanto que há quem recomende o consumo regular desse vegetal com mais frequência pelos brasileiros.

Além de dar sabor a inúmeros pratos, a pimenta tem inúmeras propriedades benéficas.

Elas podem, por exemplo reduzir o colesterol total – reduzindo, consequentemente, o risco de desenvolvimento de doença arterial coronariana ou arteriosclerose, o que implica também em menores riscos de infarto.

O princípio ativo da pimenta que contribui para esses e outros benefícios é a capsaicina – justamente o elemento que dá a esses frutos seu peculiar gosto picante. Assim, quanto mais ardida for uma pimenta, mais capsaicina e mais benefícios ela provavelmente pode proporcionar.

A capsaicina também ajuda a controlar os níveis de glicose no sangue, aumenta a capacidade pulmonar, contribui com o tratamento da rinite alérgica, alivia dores de cabeça... ajuda até quem está querendo entrar em forma – pois estimula o metabolismo e faz o admirador da pimenta queimar mais calorias. Também é rica em vitaminas.

Um cuidado porém é que não se sabe o quanto de pimenta se deve consumir para que esses e outros benefícios sejam obtidos. Mas, mesmo assim, uma pimentinha em seu prato predileto ou naquele tradicional almoço de dia de semana pode ser sempre bem-vinda. Cabe entretanto cuidar para não consumi-la em excesso. E também há os casos de pessoas com problemas no estômago ou intestino, como úlceras, em que o consumo de pimenta não é indicado – pois estimula a produção de saliva e ácidos digestivos, o que pode significar problemas.

Se esse não é seu caso, aproveite – mas sempre também com moderação – esse condimento maravilhoso, que transforma qualquer prato e ainda pode fazer muito bem à saúde.

Pompeia: Rua Tavares Bastos, 425 - (11) 3674-4444 - De 2ª a 6ª das 8h às 18h e aos sábados das 8h às 16h.