São Paulo, 21 de Março de 2019

Feijoada / Confraternização de Doadores e Aniversário de 9 Anos do Clube SangueBom
Feijoada / Confraternização de Doadores e Aniversário de 9 Anos do Clube SangueBom
Confraternização de Doadores e 9 Anos do Clube SangueBom
Confraternização de Doadores e 9 Anos do Clube SangueBom

Proteja-se em tempos de internet.

Escrita por: Redação Fellows Mkt & Co.
08/05/2012 17:49

O bem-estar e a segurança na vida virtual (e real) requerem muita precaução.

A internet veio para ficar. Depois da internet 1.0 (aquela em que pessoas e, principalmente, empresas e outras entidades criavam um site e pronto) surgiu a internet 2.0 – aquela em que estamos hoje (ou ao menos estávamos quando este artigo foi escrito...), e que é marcada pela geração de conteúdo interativo.

Na internet 2.0, o “internauta”, ao invés de apenas ter acesso à informação, também participa ativamente para criá-la. Já se fala porém na internet 3.0, na qual a conexão com a internet se dará de uma forma muito mais natural e intuitiva do que hoje: andando pela rua ou tomando seu café da manhã uma série de equipamentos estarão fornecendo e captando informações de você. Parece interessante, não é? Mas talvez possa ser também assustador.

Porém, como todo avanço técnico, a internet não é necessariamente “boa” ou “má”. É uma ferramenta – como um carro, uma arma, uma moto, uma TV ou uma máquina fotográfica. O que a faz boa ou má não é ela em si, mas o uso que dela se faz.

Foi notório, entretanto, o caso envolvendo uma atriz brasileira que em maio de 2012 teve fotos íntimas divulgadas na internet por ação de pessoas que teriam se apoderado dela ilegalmente e, ainda, feito chantagem para que tais imagens não fossem divulgadas. Corajosa, a atriz negou render-se à chantagem e procurou a polícia.

Um problema do gênero é particularmente difícil quando envolve pessoas famosas, que têm uma imagem pública que as fazem ser bastante assediadas. Mas pessoas comuns também precisam tomar muito cuidado para evitar que imagens e outros dados pessoais sejam furtados de seus computadores. Além de o problema resultar em uma grande dor de cabeça, e poder envolver até riscos físicos reais, o stress gerado pode ser extremamente severo e desagradável. Convém portanto tomar algumas medidas para proteger-se.

O que fazer?

Uma das técnicas muito usadas por criminosos que furtam dados pessoais é a disseminação de programas maliciosos, desenvolvidos para esse fim. E a imaginação dos que tentam (e muitas e muitas vezes conseguem) roubar essas informações não tem limites: são criados softwares que conseguem “capturar” quais teclas são digitadas pelo usuário de um computador (descobrindo assim senhas bancárias, por exemplo), “sequestro” de perfis em redes sociais e e-mails e até ações ousadas, que nem sempre são imaginadas possíveis pelo usuário do computador, como programas que permitem a uma pessoa mal intencionada adquirir, pela internet, o controle de seu computador e acionar mecanismos como a webcam e o microfone – podendo filmar e ouvir o que você está fazendo e falando em sua casa ou escritório sem que você saiba.

Há como se precaver? Nada no mundo é 100% seguro, mas alguns cuidados podem diminuir a exposição a riscos. Não instalar sofwares de fontes desconhecidas, não clicar em qualquer link oferecido em sites e e-mails, não deixar dados pessoais armazenados no computador (use um HD portátil, por exemplo, e guarde-o em segurança), evitar que crianças usem o computador sem supervisão, ter um bom (e atualizado) antivírus, jamais fornecer dados pessoais em redes sociais ou comunicadores instantâneos..

Clique aqui e confira algumas dicas úteis divulgadas por Altieres Rohr no site G1 e aprenda a lidar melhor com dados e senhas na internet, bem como ver dicas sobre como armazenar com mais segurança informações digitais e o que pode realmente funcionar – ou não – contra esses perigos do mundo virtual. Ou, se preferir (já que não é mesmo indicado sair clicando em tudo o que é link!...), vá ao site g1 (www.g1.com.br) e procure pela matéria de Altieres Rohr (com o título "Pacotão de segurança:...") ou, ainda, copie o endereço a seguir para seu navegador e leia a matéria diretamente no site G1: http://g1.globo.com/platb/seguranca-digital/

Afinal, cuidado nunca é demais! A internet oferece inúmeros benefícios e já se tornou praticamente indispensável nos dias atuais. Cuidado porém para que ela não seja motivo de preocupação e stress em sua vida e na vida de quem convive com você.

Pompeia: Rua Tavares Bastos, 425 - (11) 3674-4444 - De 2ª a 6ª das 8h às 18h e aos sábados das 8h às 16h.